NOZAWA, Marcia R.; SCHOR, Néia. O discurso de parto de mulheres vivenciando a experiência da primeira gestação. Saude soc. , São Paulo, v. 5, n. 2, 1996 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12901996000200007&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 05 July 2008. doi: 10.1590/S0104-12901996000200007

RESUMO
Este trabalho é parte integrante de um estudo realizado junto a um grupo de mulheres, clientes de um centro de saúde escola, que vivenciavam a experiência da primeira gravidez, com o objetivo de desenvolver e avaliar uma ação educativa participante. A ação educativa foi desenvolvida sob a perspectiva de uma relação pedagógica calcada no diálogo e na participação ativa das educandas no processo, assim, o referencial metodológico do estudo inspirou-se na concepção de educação libertadora e na metodologia participativa em pesquisa. Os dados apresentados e a análise realizada referem-se à discussão sobre o parto que apresentou-se como tema central durante todo o processo educativo. Pelo emprego da Análise de Discurso como instrumento de avaliação da ação realizada foi possível identificar o sentido predominantemente negativo de parto no discurso das gestantes, bem como discutir o processo de constituição desse discurso apontando estratégias que promovam a superação de tal significado visando subsidiar a prática educativa realizada por profissionais de saúde junto a esse grupo específico da clientela.

Palavras-chave: Primeira gestação, Ação educativa, Análise do Discurso, Educação libertadora, Metodologia participativa em pesquisa